Aonde foi sua esperança
Aonde foi parar a tua fé
Um grito preso na garganta
Te vejo e não sei mais quem é
Muitos morreram no caminho
Muitos ainda vão tentar chegar
A flor que mostra os seus espinhos
Alguém precisa ir podar

Eu só não vou deixar a dor
Acabar com o meu amor
Vou levantar e vou seguir com fé
Ter forças pra remar contra maré

Lembro do tempo de criança
Que a gente andava por ai a pé
Não tínhamos tanta responsa
Te vejo e não sei mais quem é
Muitos morreram no caminho
Muitos ainda vão tentar chegar
A flor que mostra os seus espinhos
Alguem precisa ir podar

Eu só não vou deixar a dor
Acabar com o meu amor
Vou levantar e vou seguir com fé
Ter forças pra remar contra maré

Leandro Campos
leandrojccampos@gmail.com
Leandro

Escrito por Rodrigo Campos

Um caminhante que está disposto a aprender com os erros e acertos, refletindo quais são as verdadeiras importâncias da vida e sua essência!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: