Na rua há espaço
No espaço da rua,
O espaço é de todos
Na rua há liberdade
Na liberdade da rua,
Nossa liberdade é limitada pela liberdade do outro
Na rua há movimento
No movimento da rua,
Todos se movimentam, mesmo parados
Na rua há barulho
No barulho da rua,
Todos os sons se encontram e seguem até o Silêncio.
Na rua há uma passarela
Na passarela da rua desfilam sonhos
Na rua há imensidão de cores
Na rua há canteiros, bancos, pedras, flores
Na rua me encontro
Na rua me perco
Na rua há quase tudo
Na rua as vezes encontramos quase nada.

Riva Santos
prrivasantos@gmail.com
riva_santos

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: