Ir para conteúdo
Anúncios

A Lei e a Graça

A relevância da carta aos Gálatas está no fato de que naqueles dias iniciou-se, no meio dos discípulos de Jesus, a tentativa de ressuscitar a Lei de Moisés como válida e pertinente mesmo após o sacrifício de Jesus e sua ressurreição.

Judeus convertidos começaram a questionar a conversão dos pagãos e a pregar a necessidade da circuncisão conforme determinava a Lei.

Paulo vai tratar dessa problemática e suas palavras são relevantes até hoje, visto que ainda vivemos tempos onde há comunidades cristãs judaizantes além de infinitas miscigenações teológicas que visam manter o Antigo Testamento como referência dogmática para os nossos dias.

Textos a serem considerados:

“Admiro-me de que vocês estejam abandonando tão rapidamente aquele que os chamou pela graça de Cristo, para seguirem outro evangelho que, na realidade, não é o evangelho. O que ocorre é que algumas pessoas os estão perturbando, querendo perverter o evangelho de Cristo. Mas ainda que nós ou um anjo do céu pregue um evangelho diferente daquele que lhes pregamos, que seja amaldiçoado”! Gálatas 1:6-8

“Se reconstruo o que destruí, provo que sou transgressor. Pois, por meio da lei eu morri para a lei, a fim de viver para Deus. Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim. Não anulo a graça de Deus; pois, se a justiça vem pela lei, Cristo morreu inutilmente!” Gálatas 2:18-21

“Antes que viesse esta fé, estávamos sob a custódia da lei, nela encerrados, até que a fé que haveria de vir fosse revelada. Assim, a lei foi o nosso tutor até Cristo, para que fôssemos justificados pela fé.
Agora, porém, tendo chegado a fé, já não estamos mais sob o controle do tutor. Todos vocês são filhos de Deus mediante a fé em Cristo Jesus, pois os que em Cristo foram batizados, de Cristo se revestiram.
Não há judeu nem grego, escravo nem livre, homem nem mulher; pois todos são um em Cristo Jesus”. Gálatas 3:23-28

“Vocês estão observando dias especiais, meses, ocasiões específicas e anos! Temo que os meus esforços por vocês tenham sido inúteis”. Gálatas 4:10,11

“Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão. Ouçam bem o que eu, Paulo, lhes digo: Caso se deixem circuncidar, Cristo de nada lhes servirá. De novo declaro a todo homem que se deixa circuncidar que está obrigado a cumprir toda a lei. Vocês, que procuram ser justificados pela lei, separaram-se de Cristo; caíram da graça”. Gálatas 5:1-4

“Os que desejam causar boa impressão exteriormente, tentando obrigá-los a se circuncidarem, agem desse modo apenas para não serem perseguidos por causa da cruz de Cristo. Nem mesmo os que são circuncidados cumprem a lei; querem, no entanto, que vocês sejam circuncidados a fim de se gloriarem no corpo de vocês. Quanto a mim, que eu jamais me glorie, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, por meio da qual o mundo foi crucificado para mim, e eu para o mundo. De nada vale ser circuncidado ou não. O que importa é ser uma nova criação”. Gálatas 6:12-15

Aplicação:

Veja que “pregar um outro evangelho” significa transformá-lo em um mero manual de comportamentos, rituais e exterioridades. O que importa é ser uma nova criação, disse Paulo. Isso significa que a transformação que o evangelho faz, em qualquer ser humano que por ele é alcançado, é de dentro pra fora e não o contrário, e mais, não tem como objetivo criar um ser humano ritualístico supersticioso conferindo poder espiritual à métodos, objetos, eventos, campanhas etc. “Vocês estão observando dias especiais, meses, ocasiões específicas e anos! Temo que os meus esforços por vocês tenham sido inúteis”.

– Como é possível o ladrão da cruz morrer sem batismo nas águas? Lucas 23

– Como explicar que é possível haver relacionamento com Deus entre pessoas que não frequentavam o templo em Jerusalém, nem as sinagogas judaicas (tal como o Centurião Romano) recebendo a seguinte palavra de Jesus: “Não achei em Israel fé como a desse homem”? Lucas 7

– E o que dizer do Centurião Cornélio que mesmo não doando seus dízimos e ofertas ao templo ouviu do anjo a seguinte mensagem: “Suas orações e esmolas subiram como oferta memorial diante de Deus”? Atos 10

Outras leituras:

“Agora, porém, o ministério que Jesus recebeu é superior ao deles, assim como também a aliança da qual ele é mediador é superior à antiga, sendo baseada em promessas superiores. Pois se aquela primeira aliança fosse perfeita, não seria necessário procurar lugar para outra. Deus, porém, achou o povo em falta e disse: “Estão chegando os dias, declara o Senhor, quando farei uma nova aliança com a comunidade de Israel e com a comunidade de Judá. Não será como a aliança que fiz com os seus antepassados quando os tomei pela mão para tirá-los do Egito; visto que eles não permaneceram fiéis à minha aliança, eu me afastei deles”, diz o Senhor. “Esta é a aliança que farei com a comunidade de Israel depois daqueles dias”, declara o Senhor. “Porei minhas leis em suas mentes e as escreverei em seus corações. Serei o Deus deles, e eles serão o meu povo. Ninguém mais ensinará ao seu próximo nem ao seu irmão, dizendo: ‘Conheça ao Senhor’, porque todos eles me conhecerão, desde o menor até o maior. Porque eu lhes perdoarei a maldade e não me lembrarei mais dos seus pecados”. Chamando “nova” esta aliança, ele tornou antiquada a primeira; e o que se torna antiquado e envelhecido, está a ponto de desaparecer”. Hebreus 8:6-13

“Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus, porque por meio de Cristo Jesus a lei do Espírito de vida me libertou da lei do pecado e da morte. Porque, aquilo que a lei fora incapaz de fazer por estar enfraquecida pela carne, Deus o fez, enviando seu próprio Filho, à semelhança do homem pecador, como oferta pelo pecado. E assim condenou o pecado na carne, a fim de que as justas exigências da lei fossem plenamente satisfeitas em nós, que não vivemos segundo a carne, mas segundo o Espírito”. Romanos 8:1-4

“Portanto, não permitam que ninguém os julgue pelo que vocês comem ou bebem, ou com relação a alguma festividade religiosa ou à celebração das luas novas ou dos dias de sábado. Estas coisas são sombras do que haveria de vir; a realidade, porém, encontra-se em Cristo. Não permitam que ninguém que tenha prazer numa falsa humildade e na adoração de anjos os impeça de alcançar o prêmio. Tal pessoa conta detalhadamente suas visões, e sua mente carnal a torna orgulhosa. Trata-se de alguém que não está unido à Cabeça, a partir da qual todo o corpo, sustentado e unido por seus ligamentos e juntas, efetua o crescimento dado por Deus. Já que vocês morreram com Cristo para os princípios elementares deste mundo, por que é que vocês, então, como se ainda pertencessem a ele, se submetem a regras: “Não manuseie! ” “Não prove! ” “Não toque! “? Todas essas coisas estão destinadas a perecer pelo uso, pois se baseiam em mandamentos e ensinos humanos. Essas regras têm, de fato, aparência de sabedoria, com sua pretensa religiosidade, falsa humildade e severidade com o corpo, mas não têm valor algum para refrear os impulsos da carne”. Colossenses 2:16-23

Aplicação:

Basta observar a vida e palavras de Jesus, e veremos que a sua proposta de vida suplanta, supera, ultrapassa qualquer que seja o sistema religioso. Ele não veio inaugurar uma nova religião, tampouco um novo templo, muito menos uma nova hierarquia de poder. Tudo o que Jesus ensinou nos remete a um estilo de vida totalmente livre das amarras das exterioridades religiosas (por isso ele disse: faça obras de justiça em secreto, ore em secreto, jejue em secreto), ao mesmo tempo que absolutamente amarrado ao espírito eterno da Lei, a saber, o amor! Não há discípulo verdadeiro cujo interior e exterior não estejam tomados pelo amor em todas as suas aplicações e nuances.  Portanto, não faz sentido se submeter a regras do tipo: “Não manuseie!” “Não prove!” “Não toque!”; Jesus manuseou, provou e tocou e foi crucificado!

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz
200x200

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: