EOP #3: A porta estreita

A vida é extremamente complexa, cheia de desafios, exige muito de nós: adaptação, resiliência, coragem, pacificação, etc. Todos os dias somos exigidos pelas demandas que nós criamos, há ainda aquelas em que os outros criaram para nós, além das contingências que a própria vida nos trás (acidentes existenciais).

Quando Jesus esteve entre nós anunciando o Reino de Seu Pai, ele afirmou que a porta que leva à verdadeira vida é estreita, apertada, pequena e por causa disso, poucos a acessam! O que ele quis dizer?

Em outras palavras (EOP): na proposta do tipo de vida de Jesus não cabe tudo, não dá pra levar tudo, não podemos portar todo tipo de bagagem, não podemos “viver como achamos melhor”, nossa tendência é sempre o caminho da conveniência, do egoísmo, da busca incessante pelo benefício próprio, e todas essas coisas não se harmonizam com a “vida pela fé”.

Jesus não era masoquista, ele não gostava de sofrer, mas escolheu o sofrimento por amor. Ter paciência com alguém é escolher sofrer por amor. Ajudar imerecidamente é escolher sofrer por amor. Carregar o caído à beira do caminho para o hospital é escolher sofrer por amor. O caminho estreito é feito de escolhas conscientes na direção do amor, ainda que doa e que seja apertado! Amar a Deus sobre todas as coisas é escolher sofrer por amor, pois esse “todas as coisas” às vezes significa nós mesmos, nossos prazeres, nosso conforto, nossos desejos, nossas ambições, nossos projetos.

Com o passar do tempo vamos aprendendo que, embora não façamos apologia à dor, precisamos reconhecê-la como imprescindível para a construção interior que está sendo realizada em cada um de nós. Não há aprendizado sem dor! Não há crescimento sem “erros e acertos”, sem o processo de “cair e levantar”, sem “ser incentivado e ser corrigido”. A porta estreita é pouco acessada justamente porque para passar por ela é preciso “morrer” para si para viver por uma “causa maior”.

Por isso o chamado de Jesus ecoa em todos os tempos: “quem quiser me seguir, negue-se a si mesmo, tome diariamente sua cruz e me siga”! O calvário nos espera!

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz
200x200


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s