Ir para conteúdo
Anúncios

EOP #2: O ramo que não dá fruto

Em outras palavras (EOP), o que significa “o ramo que não dá fruto é cortado para ser jogado fora e ser pisado pelos homens”?

Segundo Jesus viver só faz sentido se formos servos úteis, se nossa vida significar amor, misericórdia, acolhimento, amparo, bondade e esperança, se nossos passos na existência forem regados de empatia, sacrifício pelo outro, sinceridade e busca pela paz. Veja o que Jesus falou nessa parábola:

Um homem tinha uma figueira plantada em sua vinha. Foi procurar fruto nela, e não achou nenhum. Por isso disse ao que cuidava da vinha: ‘Já faz três anos que venho procurar fruto nesta figueira e não acho. Corte-a! Por que deixá-la inutilizar a terra? ’ “Respondeu o homem: ‘Senhor, deixe-a por mais um ano, e eu cavarei ao redor dela e a adubarei. Se der fruto no ano que vem, muito bem! Se não, corte-a’”. Lucas 13:6-9

Essa parábola foi contada para simbolizar a experiência de três anos de Jesus procurando frutos na nação de Israel, mas ao mesmo tempo pode muito bem simbolizar a relação dele com cada um de nós que dizemos seus seguidores, e que portanto receberam tudo o que é necessário para darmos frutos na vida. Todo plantador vai em busca dos frutos de sua semente, e com Deus não é diferente. Ele procura os frutos em nós, e se mesmo sendo paciente e dando inúmeras chances não os encontra, Ele dá o seu veredito: Corte-a! Porque deixá-la inutilizar a terra?

Em outras palavras, ser cortado é sinônimo de não ter mais possibilidade de frutificar pela recusa insistente diante dos inúmeros assédios da graça; é ter recebido talentos e os enterrado e então vê-los tirados por não os ter administrado à altura da importância da sua incumbência; é ter sido iluminado pela experiência do divino e, mesmo assim, voltar à escuridão que lhe deixava confortável pela ignorância de não saber quem é de verdade; é como ser libertado com mão forte da opressão, mas ter saudade dos escravizadores e querer voltar a pôr as algemas, viver engaiolado, se manter estéril.

As figuras são inúmeras, os exemplos são abundantes. Contamos com a longanimidade de Deus? Sempre! Mas, também é inegável que a oportunidade de arrependimento não é algo que dura para sempre, o agricultor é paciente na busca por frutos, mas caso, vez após vez, não os encontre, poderá, com muito pesar, pedir para que a figueira seja cortada para que não inutilize a terra!

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz
200x200

Anúncios

2 comentários em “EOP #2: O ramo que não dá fruto Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: