Ir para conteúdo
Anúncios

Inexistência insistente

Olha nos meus olhos
E diz mudamente
Que nada mudou
Porque nada existiu
Que você não desistiu
Porque nunca quis.

Olha nos meus olhos
E diz mudamente
Que você não partiu
Porque nunca chegou
Que, de mim, não se cansou
Porque, por mim, nunca se preocupou.

Olha nos meus olhos
Olha firme
Olha decidido
Olha profundamente
E diz sem palavras
Que eu não posso ser segundo plano
Porque nunca fui um plano.

Olha nos meus olhos
Ei! Psiu!
Ao menos
Olha nos meus olhos!

Paula Hanke
paula.hanke1987@gmail.com
paula-hanke

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: