Há algo por trás das coisas
significados, sentidos, brisas
só os enxergo quando me inspiro
calando as vozes, e por fim respiro

O sol, as árvores, as pessoas
as flores, os campos, as lagoas
as chuvas, os céus, os pássaros,
as nuvens, os ventos, os espaços

O cotidiano é cheio de vida
por vezes o apago em noite mal dormida
o brilho da existência se esconde
quando deixo de escolher e sigo o bonde

Dores diárias embora me limitem
Exigências sociais que sempre persistem
Caos instalado pedindo solução
Todos calejam e fortalecem as mãos

Há um sol por trás do sol
Uma luz, que põe tudo no crisol
Que mede o andar dos seres
Chamando os homens aos saberes

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz
200x200

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: