Andar lento,
Olhar perdido no além,
Parecia uma alma sem alento
À procura de alguém.

De repente parou.
Abaixou a cabeça e chorou.
De longe a cena presenciei.
Mesmo com receio, dela me acheguei.

Ao me ver, tentou fugir,
Mas com meiguice consegui impedir..
Com delicadeza, suas mãos acariciei.
Olhando para seus olhos, me apaixonei.

Meu Deus, como isto pôde acontecer
Se nem sequer a conhecia?!…
Não consigo os mistérios da vida entender.
Como a vida da gente pode mudar,
Pode se transformar.
Da noite para o dia?

Leonícia Aleixo Mussa
img_20170224_114109

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: