Calcei meus sapatinhos
(Eu os tinha
Bem guardados
Dentro do criado-mudo
Num cantinho
Do meu quarto)

Sapatos de salto alto
Verniz preto
Com bolinhas
Cada pé
Tendo em cima
Meigo laço estilizado

O espelho aprovou
Dizia-me
Bravo
Bravo

Pois que
Gasta
Como estou
(Esqueleto a pedir
Cálcio)
Por mais que
Tentasse
Insistisse
Impossível
Dar um passo

Guardei meus sapatinhos
Dentro do criado-mudo
Num cantinho
Do passado

Zélia Guardiano
zeliaguardiano@hotmail.com
zelia-guardiano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: