Cada um de nós carregamos uma tradição religiosa, recebemos ideias sobre Deus durante o transcorrer da nossa vida. Na medida em que amadurecemos precisamos ir avaliando, desconstruindo e construindo, até que o que fique em nós sejam valores cada vez mais condizentes com a verdade. A respeito de Jesus e sua mensagem, precisamos repensar e ressignificar três expressões que perderam seu significado original:

1. Adoração. Adoração não é música lenta, tampouco uma espécie de transe enquanto se repete o refrão várias vezes, também não é chorar incontrolavelmente. Adoração fala de um coração inclinado a obedecer a Deus diante das situações mais elementares da vida. Adoração não é lugarizada, não pertence ao monte nem ao templo, pertence ao espírito que se inclina pra verdade, conforme Jesus ensinou à Samaritana.

2. Fazer a obra de Deus. Muitos associam essa expressão à cargos, ministérios, títulos que denotam funções dentro de uma organização religiosa. A conclusão que chegam é que quem não se envolve nos afazeres do grupo não está fazendo a obra de Deus. Mas segundo Jesus, a obra de Deus é feita quando expressamos o que somos (sal da terra, luz do mundo) no chão da vida! Ao brilharmos praticando a justiça, o amor, a misericórdia, a graça, as pessoas atingidas glorificarão o Pai por causa das nossas obras. A obra de Deus é conhecer a Jesus, e Jesus é conhecido quando vivemos como Ele no mundo!

3. Corpo de Cristo, Comunidade. Multidões se reúnem em torno da nomenclatura “J-E-S-U-S”, mas comunidade de Jesus de verdade é o ajuntamento de dois ou três em torno do Caminho, da Verdade e da Vida. Não basta estar no mesmo lugar, tem que estar no mesmo espírito; não basta adotar linguajar religioso, é preciso se comunicar intimamente uns com os outros. O corpo de Cristo é uma comunidade de amigos e não de colegas, nem de desconhecidos! Jesus promete estar no meio de pessoas que se reúnem com a única finalidade de amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo, fora isso, podemos chamar de clube, associação, organização, mas jamais podemos chamar de igreja-corpo de Cristo-comunidade!

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz
200x200

Escrito por Rodrigo Campos

Um caminhante que está disposto a aprender com os erros e acertos, refletindo quais são as verdadeiras importâncias da vida e sua essência!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: