Ir para conteúdo
Anúncios

Minha bagunça

Ninguém me diz o que fazer!
Todos sempre me dizem o que não fazer:
Não coma , não beba , não corra;
Não saia, não sente na proa;
Espere , pare , cuidado;
Se eu fosse você não faria isso!

Ahhh! Chega de poesia arrumada, regrada;
apresento-lhes senhoras e senhores a poesia libertada.
Sonhos vividos no inferno;
Nos banhando pelados no lago da vaidade,
Brincando de ser deuses , manipulando a verdade.

Peguei na mão da minha amada,
E mergulhamos juntos nessa alucinante utopia;
Não precisamos de drogas, basta-nos poesias.
“Poetas apaixonados ou revoltados”
Não importa são todos poetas.
O poeta escolhe seu caminho,
Afinal é poeta.
Suas palavras são suas decisões;

E ser Poeta é sentir o espinho que fere o próximo.
Devo dar ouvidos a eles ou a meu coração?
Não costumo ser daqueles que toma a decisão.
Na bagunça dos meus sentimentos continuo sendo eu,
Simplesmente Poeta.

Willians Ventura
uaaaa_@hotmail.com
willians-ventura

Anúncios

2 comentários em “Minha bagunça Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: