Ir para conteúdo
Anúncios

Reminiscências

Sonho a cada minuto
Lembrando o passado distante
Como dá voltas o mundo
Seres difusos e errantes.

O Ser tem seus anseios
Almeja felicidade absoluta
A busca é incessante,
Uma corrida constante,
Luta que chega a ser bruta.

Tão cego se torna o indivíduo
Não distingue: esposo de marido
Sua estrela brilha a frente,
Mas está tão entretido
Não vendo se fazer presente.
Não vendo o esquecido pedido.

Do obscuro a descoberta
Contente fica por ter encontrado
O globo não gira ao seu redor
Passa a sentir-se rejeitado

Faz suas reminiscências
Ri do próprio comportamento
Lamenta, chora, pensa e resolve
Felicidade? Está em cada momento.
Absorve!

 

Suley Mara
sereta@bol.com.br
suley

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: