Ir para conteúdo
Anúncios

Memória, papel e caneta

Escrevi seu nome em uma folha
na expectativa de surgir
a ideia perfeita de um poema.

Quando notei como era ridículo,
risquei…
Fiz um borrão com a ideia de te esquecer.

Mesmo assim seu nome estava lá.
Em baixo relevo, visível e brilhante.

Então rasguei…
Piquei…
De uma vez por todas…
Agora te esquecerei.

CG Barboza
carlosgbf.biologia@hotmail.com
carlos-gomes-barboza

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: