Os olhos de minha mãe
são um pedaço do céu na Terra.
Um azul-paraíso transcendendo bondade, cuidado e amor.
Faróis de anil a iluminar
o mar de minha vida.
Nos olhos de minha mãe
a Sabedoria é azul.
Quando criança eu lia o mundo
nos olhos dela.
Era minha janela para o horizonte.
Ah, quanto eu viajei através daquele olhar!
Hoje traduzo a gratidão no silêncio azul daquele mar-de-olhos…
Calmaria, colo, palavra.
Porto-seguro.
Uma bênção.
Uma vida.

Wilson Chagas
wilson.gamararte@hotmail.com
wilson-chagas

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: