Ir para conteúdo
Anúncios

Insensatez

Do horizonte
vislumbro
teu semblante
esculpido em névoa
– lembrança de um tempo que teima em não seguir.

Meu coração-iceberg
navega um mar-solidão
buscando um porto-morada
janela entre-aberta
para um novo desvario.

A insensatez (…)
é o meu destino.

Novo
embriago-me com
teus olhos-líquen
azul oceano
lume
estrela-guia
de uma nova aurora.

A paixão
(esse moto-contínuo)
é o meu fim.

Wilson Chagas
wilson.gamararte@hotmail.com
wilson-chagas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: