Por vossos gritos abafados,
Por vossas almas
E corpos marcados,
Eu venho por VOZ!
Pelos tiros, facadas, estupros,
Estrangulamentos,
E por todos os atos vis
E violentos,
Eu venho por VOZ!
Falo por vós,
Que já não podeis falar!
E vos falo,
Que não podeis… calar!

Célia Marli
ondaaaa@hotmail.com
celia

4 comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: