Quando eu dormir
Eu te esqueço
Quando eu dormir
Eu me aqueço
Do apreço
Do peso
Das tuas mãos
Do teu corpo
Entrando
Beijando
Rindo
Chorando
Rasgando
Ofegando
Minhas costas
E coxas
E nuca
Garantindo
Que eu te esqueça nunca

.Quando eu dormir
Um clarão
Um borrão
Tua voz
Tua risada
Tua tez
Minha vez
Minhas malas
Minhas lágrimas
Tua falta
Minha saudade
Tua pele
Meus pensamentos
Teu toque
Meus medos
Teus olhos
Meu pudor
Tua perversidade
Meu horror
Teu gemido
Meu perdão.

Quando eu dormir
Se eu conseguir
Se eu quiser
Se teu ser vier
Se tua imagem deixar
Se meu corpo gritar
Se teu braço o acalmar
Matando minha fome
Anulando meu nome
Derrubando minha consciência
Cerrando meus olhos
Mordendo meu colo
Encerrando meu ser
Finalmente…
Em sono… profundo…

Paula Hanke
paula.hanke1987@gmail.com
paula-hanke

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: