Grande parte de nós vivemos focados no que aconteceu, no que se passou, em situações pontuais de nossa história de vida no passado. Remoemos sentimentos negativos do passado, interpretamos e tratamos as pessoas como se elas não pudessem mudar, como ainda estivessem com a mesma idade de sua adolescência. Há pessoas que vivem presas e focadas no passado, de tal forma que tudo o que aconteceu ainda influencia poderosamente suas vidas.

Há outros que gostam de focar suas vidas no futuro, naquilo que vai acontecer, passam a maior parte do tempo planejando, idealizando, “onde quero chegar”, “como estarei daqui há 10 anos”, no que se deseja ter, deixando assim, passar oportunidades importantes do presente.

É óbvio que essas duas dimensões são necessárias em alguma medida. Eu preciso revisitar o meu passado, pois afinal de contas, sou um ser histórico, possuo experiências necessárias inclusive para compreender o meu presente. É óbvio também que é importante fazer planos a médio e longo prazo, pensar na aposentadoria, etc.

Como é difícil a gente focar no presente, que é exatamente o que temos nas mãos para gerir, influenciar e fazer mudanças. Por isso Jesus afirmou: “basta a cada dia o seu próprio mal”, não se preocupem com o que vai ser do amanhã, cada dia tem a sua demanda, cada dia tem a sua responsabilidade, é preciso um passo de cada vez e esse passo se dá no presente!

Cada dia é único, é uma nova oportunidade para se renovar, para se ressignificar e para se posicionar de uma forma diferente na vida.

Pense nisso, assista o vídeo abaixo:

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz
200x200

2 comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: