Por entre as águas de um mar turvo
Verde como o lodo
Caminho dos tesouros
Lá se vai o último pirata

Carregando em seu navio negro
As aventuras e desventuras de uma vida já ultrapassada
Seus cabelos flutuam no ar indicando a direção de um vento estático
Seus olhos carregam o brilho do ouro e da prata conquistados em seus assaltos
Oh, nobre pirata!
Cujo ouro encontraste e mais nada.
Felipe Farah
felipefarah12@gmail.com
felipe

3 comentários

  1. Boa visão sobre um pirata que pode ter vários significados dependendo da pessoa que ler. Muito bom o texto: simples, tranquilo, mas que não é pirata, porque é muito original rsrsrs. Gostei de ler.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: