Com um porre talvez venha a vontade de delatar sobre minha vida, para se entender o quanto há verdades nas palavras de um sujeito bêbado e inútil.

É assim, me vêem, um ser sujo, bêbado, fedorento, largado e de poucos amigos, mais no fundo não suporto a hipocrisia humana de ter que viver de baixo de uma falsa sombra, norteada pelos desencontros de ser.

Prefiro buscar a garrafa e tomar mais um gole e dizer todas as verdades que ainda não tinha dito antes, surpreendendo cada um de vocês com sua imagem exposta no espelho, onde talvez entendam a sombra de vocês já não é a mesma e nem dar para suportar mais com tanto caos que se criou em se mesmo.

Surpreenda sua sombra com um golpe de bebida e acorde para a realidade.

Danillo Teixeira
danillo_teixeira26@hotmail.com
danillo

 

2 comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: