Ser cristão é ser uma ilha em meio a um mar de gente para nela aprender com Cristo assim como Alexandre, o Grande, aprendeu com Aristóteles na terra de Mésia antes de conquistar o Oriente.

Ser cristão é “cultivar a mais linda roseira que há” no terreno do nosso coração. Mas para isso é necessário que esse terreno seja fértil, é necessário humildade, pois pela origem etimológica da palavra, humildade vem da palavra “húmus”, ou seja, o alimento de toda planta para poder florescer. Os espinhos são bem doloridos no início, mas eles não machucam, pois são curativos. Os espinhos causam a dor necessária que toda pessoa deve sentir ao se corrigir, para que a transformação não seja esquecida tão facilmente.

Ser cristão é querer ser diferente deste mundo que tenta nos iludir com sua maldade.

Ser cristão é não querer mudar o outro, mas ser exemplo para que o outro tenha uma referência, um norte, um amigo.

Ser cristão é ser um eterno “Caminhante Aprendiz”.

Felipe Farah
felipefarah12@gmail.com
felipe

3 comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: