Bom é lidar com nobreza dentro do possível pra se preservar os mínimos razoáveis de dignidade. Há relacionamentos cujas almas se descolaram porque a alma não se contém em fronteiras estreitas. A alma tem asas e quem tem asas voa se estas não forem podadas. Nos relacionamentos, bom é que as almas voem na mesma direção. A alma é única mas não dá conta de si sozinha, precisa de par.

Quem se importa sabe como se fazer presente e ficar perto.
Quem se importa, se importa.
Quem se importa se reparte.
Quem se importa ouve.
Quem se importa fica perto.
Quem se importa se envolve.
Quem se importa se mobiliza.
Quem se importa ora.
Quem se importa se manifesta.

Carlos Bregantim
https://www.facebook.com/carlos.bregantim
carlos

2 comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: