Ir para conteúdo
Anúncios

O deus criado pelos homens

Se existe algo intrínseco no ser humano, essa coisa se chama: vontade! Temos desejos, queremos que as coisas funcionem conforme aquilo que pensamos ser o melhor, pra isso manipulamos, forçamos a barra, mexemos os nossos pauzinhos, e não apenas isso, também acabamos por consequência exigindo que os outros cumpram a nossa vontade. Criamos expectativas, nos decepcionamos quando somos contrariados, tentamos construir um mundo que satisfaça o nosso padrão do que seria o ideal; trocando em miúdos, tentamos encaixar a vida na formatação da nossa caixinha mental.

É assim no casamento quando a mulher tenta amoldar o marido de acordo com o que ela gosta e pensa, e também quando o marido subjuga a mulher para satisfazer suas volúpias. É assim quando o pai tenta realizar no filho aquilo que foi incapaz de realizar quando jovem; é assim quando o patrão exige do funcionário que ele dê a vida pela empresa assim como ele faz, é assim quando o professor impõe padrões a serem seguidos pelos alunos sem a possibilidade de se pensar diferente. É assim em todos os níveis de relações humanas onde um deseja fazer do outro o objeto do seu deleite!

Na espiritualidade um fenômeno semelhante acontece: o ser humano cria divindades para satisfazer sua própria vontade! É nesse viés que o comércio da fé acontece: promete-se bênçãos infinitas, faz-se campanhas pela casa própria, apela-se convencendo as pessoas de que deus está ali para servi-las, para trazer o amor perdido de volta, para interromper a crise financeira, para satisfazer os desejos mais vis que elas possam possuir, é claro, sempre tendo o dinheiro como moeda de troca, fazendo barganhas com a divindade.

Se existe um Deus com “D” maiúsculo, e eu creio que existe, esse Deus não pode ser criado ou manipulado pelos homens, esse não é comprado com as finitudes dessa terra, esse não pensa nas categorias temporais e hedonistas dos seres humanos egoístas. Os pensamentos divinos suplantam, excedem, transcendem aos pensamentos limitados, reducionistas e mesquinhos de seres humanos imaturos. Arthur Schopenhauer disse: “Os caprichos nascem da imposição da vontade sobre o conhecimento”. Infelizmente, estamos cercados de pessoas caprichosas (no mau sentido da palavra), ou seja, egoístas, melindrosas, procurando de todas as formas fazer com que os humanos e o divino lhes cerquem com as “merecidas” satisfações de seus desejos mais deploráveis.

A má notícia é que, segundo percebo, a partir da maneira como temos educado as crianças em nossa geração, é provável que em alguns anos cresça o número de homens e mulheres totalitaristas, egocêntricos, caprichosos, pois o senso altruísta-coletivo tem sido substituído pelo pensamento: “sendo eu satisfeito em todos os meus desejos, serei feliz”, logo se busca a satisfação a qualquer custo e o caos se estabelece!

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz

200x200

E você, seja sincero, tem tentado manipular os outros para que façam o que você quer? E quanto à espiritualidade, você tenta sempre mover os poderes invisíveis ao seu favor? Deus também é alvo de sua tentativa de manipulação caprichosa?

Anúncios

6 comentários em “O deus criado pelos homens Deixe um comentário

  1. Li voluntariamente este texto pela curiosidade pelo tema. É isso mesmo que você falou. Muitos deuses foram e são criados apenas para satisfazer as vontades de muitos. Já criei deuses também, mas pela graça de Deus, o Espírito desfez o panteão dos deuses que em mim habitava. Hoje, eu e muitos, conhecem o único Deus verdadeiro: Jesus, elo de amor. Deus abençoe, Rodrigo. Bom é ler seus textos.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: